quarta-feira, 15 de junho de 2011

perai

Vejo uma tela branca.
Um descompasso para ida de novas linhas. Eu vejo que tenho pouco tempo, mas o que tudo importa?
Estou feliz! Há em mim, borboletas vermelhas pálidas criando maremotos. Estou assustado com a velocidade das coisas. A velocidade do meu coração. A urgência do amor que tocou meu lábios solitários, inseguros, magoados. Estou surpreso pelo amor. Toda a voracidade, sutileza e compaixão estão no amor. É uma felicidade de força, de navegações montanhosas.
 

 Tudo está rápido. Estou com fome. Risos! É uma fome boa, entende? A substância que absorvi e absorverei me tornou melhor. Destrinchou paradigmas. Risos e risos. A gente sorri à toa, porque tudo parece coisa simples, como o vento sussurrado numa tarde de domingo.



Estou otimista com o que está processando. Sinto que posso alcançar muitas coisas. A gente pode sim, alcançar sonhos. É preciso lutar. Parar algumas coisas de perto, mas conseguir coisas lá no topo. A gente sofre e morde esperanças, mas vai dar certo. Estou convicto de que a força sutil que há dentro de mim me transformará no guerreiro perseverante, chorão, covarde, corajoso, humano. O guerreiro da vida. Minha e sua, lógico.


Eu sei que fazemos escolhas o tempo todo. As mínimas escolhas mudam totalmente nossas vidas. Mas sei lá! É pagar pra ver. A gente erra, acerta, erra, faz diversos papéis ridículos, mas a gente vive. A gente se torna melhor e o melhor de tudo é a gente se amar. Sou um conjunto de escolhas, algumas loucuras, mas quando olha para as loucuras - mesmo que eu tenha quebrado a cara - achei o máximo, valeu a pena!


Escolhas. Amor. Esperança. Amor-próprio. A gente tem que brilhar, tem que ser feliz. A hora? Pode ser agora? Pra quê adiar? Vou ligar pro meu amor e vou dizer: amo vc! Vou sorrir quando chegar em casa cansado e dizer: "que droga, estou cansado, mas vou estudar para ter um emprego melhor... e  vou poder estar numa praia bacana de sunga branca... risos".

Há pessoas especiais em nossas vidas. Pessoas que marcam, enchem e esvaziam. =) É meio que estranho isso. Mas nada melhor do que ter alguém que gosta de vc, que completa suas frases loucuras e sorri clichês. Nada melhor do que sorri com o olhar tranquilo e de "pode" de alguém que vc acha o máximo. Aquele olhar meigo, singelo, a maneira de coçar a cabeço, de sorrir dengos. =) Arranhando, que nem gato sapeca.



Vejo um futuro vermelho com voos de borboletas. Vejos possibilidades. Vejo que a luta deve ser imediata, instintiva, contínua. Todas minhas forças serão para um projeto pluralista. Risos! Estou sorrindo bobeiras de crianças quando recebem pirulisto de corações. Estou feliz, como um pássaro que voa, mesmo que exista o vidro, o poste, a baladeira, o fio elétrico, a pedra. Estou feliz por que estar feliz é viver as simplicidades das sensações. Estar trilhamente feliz é ganhar força do sentimento vermelho, para estar perto e VENCER. Quando tudo acabar (luta) vou estar aí, aqui, no presente de abraços.

Vou caminhar no sol de 38ºC. Vou sofrer, mas será que vai ser para sempre? Não, linda. Vou estudar. A gente é feliz, mas tem que batalhar para ficar ainda mais feliz.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo comentário!